Bundt Cake de Laranja e Gengibre Marmoreado a Chocolate


Olá Dezembro! 😊
Vens findar mais um ano e contigo trazes a magia das luzes e cores, o entusiasmo das crianças, a possibilidade de abraços saudosos e prolongados, a nostalgia e tristeza pela ausência dos que já partiram... Que nos tragas também, a oportunidade de estreitar e aproximar relações familiares, renovar amizades e sobretudo nos faças acreditar num mundo mais justo e bondoso para todos!




Hoje partilho convosco este bolo de sabor muito agradável. Conjuguei o aroma da laranja com o gengibre e garanto-vos que resultou muito bem. A juntar-se à festa, veio o cacau que é sempre uma aposta ganha quando se trata de o combinar com o sabor da laranja. Fez as delicias dos gulosos de serviço!
Usei esta forma de bundt cake, a Crown , que é uma das minhas paixões mais recentes da Lecuine Portugal . Mesmo correndo o risco de me repetir, quando penso num bolo é ela a minha primeira escolha para o fazer. 



Bundt Cake de Laranja e Gengibre Marmoreado a Chocolate


Ingredientes:

300 g de farinha 
5 ovos
250 g de açúcar amarelo
150 g de margarina amolecida
raspa fina de 2 laranjas 
1 colher de chá de gengibre fresco ralado finamente
1 colher de chá de fermento para bolos
1/2 colher café de bicarbonato de sódio
2 colheres de sopa (rasas) de cacau em pó
margarina ou spray antiaderente para untar a forma

Para a decoração usei pó dourado e açúcar dourado ambos da Vahiné

Método:

Coloque todos os ingredientes à temperatura ambiente minutos antes de começar o bolo.
Unte muito bem uma forma de bandt cake ou outra da sua preferência, com margarina ou spray antiderente. Reserve.
Pré-aqueça o forno nos 200º C.

Bata a margarina com açúcar até obter uma consistência cremosa.

À parte separe as gemas das claras e junte as gemas ao preparado anterior. Adicione a raspa das laranjas e o gengibre. Continue a bater juntando aos poucos a farinha peneirada com o fermento e o bicarbonato de sódio.
À parte bata as claras em castelo e envolva-as na massa.

Retire aproximadamente 1/3 da massa para outro recipiente e adicione o cacau em pó, bata até incorporar na massa. 
Verta para a forma já untada a restante massa clara , juntando depois a massa escura do cacau. Com um garfo faça alguns movimentos circulares apanhando as duas massas para obter um aspecto marmoreado.

Leve ao forno já pré-aquecido a cozer. No meu forno são cerca de 35 minutos, convém vigiar e fazer o teste do palito.

Depois de cozido, retirar do forno e desenformar apenas uns 15 minutos depois, se estivermos a falar de uma forma de bundt cake. Caso o façam nas formas tradicionais não necessitam de esperar este tempo.

Desenformar de prefenrêcia para cima de uma grelha, esperar que arrefeça totalmente e decorar com açúcar. Como vos disse usei pó dourado e açúcar dourado da Vahiné ficou muito vistoso, mas se não tiveram podem simplesmente polvilhá-lo com açúcar em pó, ficará muito bem.



Feliz Dezembro a todos!💖



Queijada de Requeijão, Coco e Doce de Abóbora




Pegar nos ingredientes que gosto, e a partir dai desenvolver uma receita dá-me um gosto extra. Foi o caso da sugestão que vos trago hoje. Adoro queijadas, queijadinhas e quase todos os bolinhos de interior húmido que apresentem aquela textura tão particular que os caracterizam. E há combinações de ingredientes que não esquecemos por resultarem tão bem.
Desta feita, juntei requeijão, doce de abóbora caseiro (com nozes), coco e quis dar-lhe um ligeiro toque citrico, incluindo na massa a raspa fina de duas tangerinas. Bom, mas bom, este improviso calculado! Vão experimentar? 😊



Queijada de Requeijão, Coco e Doce de Abóbora


1 requeijão de 200g (Montiqueijo)
4 colheres de sopa de doce de abóbora (se caseiro e com nozes melhor)
150 g de açúcar mascavado
4 colheres de sopa de Maizena
4 colheres de sopa de coco ralado
4 ovos L
raspa fina da casca de 2 tangerinas
1 pitada de noz moscada (Margão)
1 pitada de canela (Margão)
1 pitada de sal fino
açúcar em pó e canela para polvilhar (opcional)
margarina q.b. para untar a tarteira


Método:

Pré-aqueça o forno nos 190º C.
Desfaça o requeijão dentro de um recipiente, junte o doce de abóbora, a raspa fina das tangerinas e envolva. Adicione os ovos, a noz moscada, canela e a pitada de sal, envolva de novo.
Peneire a Maizena com o açúcar e o coco. Junte ao preparado anterior e mexa com uma colher de pau até que todos os ingredientes fiquem incorporados.
Unte bem uma tarteira e verta o preparado. Coloque dentro do forno já com este bem quente.
Coza durante aproximadamente 25 minutos ou até verificar que ao fazer o teste do palito este sai seco. Não convém deixar demasiado tempo no forno para não secar.
Retire do forno, espere 10 minutos antes de desenformar. Deixe arrefecer e só depois de fria, se gostar polvilhe com açúcar em pó e canela.





Aproveito o momento para vos dizer que em parceria com a Montiqueijo, tenho um passatempo a decorrer na página do facebook cozinhadaduxa, que vos dará a possibilidade ganhar um cabaz de queijos, queijos curados e requeijão da marca.
Fica o convite, passem por lá e participem!




Cubos de Salmão com Macedónia de Vegetais e Massa




As refeições durante a semana querem-se práticas e de preferência sem grandes demoras 😉
Um dia inteiro fora de casa leva-nos o ânimo para longe da cozinha, por mim falo. Mas cozinhar é preciso. A solução passa por descomplicar, valorizando sim, a qualidade e frescura dos ingredientes escolhidos, bem como os sabores que queremos levar até aos nossos pratos, ainda que estes sejam de natureza simples.
A escolha de hoje recaiu sobre estes Medalhões de Salmão da Pescanova, que de resto já devem ter notado que são muito apreciados nesta cozinha.

Cubos de Salmão com Macedónia de Vegetais e Massa


Ingredientes:

1 embalagem de Medalhões de Salmão Pescanova      
750 g de macedónia de vegetais
250 g de massa a gosto
sumo de 1 limão + raspa fina do mesmo
2 colheres de sopa de molho de soja
alhos q.b.
1 folha de louro
3 a 4 grão de pimenta (Margão)
azeite de boa qualidade (uso Oliveira da Serra)
sal e pimenta q.b.


Método:

Deixe descongelar os lombos de salmão, corte-os em pequenos cubos com o auxilio de uma boa faca. Tempere-os com um pouco sal, pimenta, alhos finamente picados e sumo de limão misturado no molho de soja. Tape e deixe marinar cerca de 20 minutos.

Numa frigideira antiaderente (untada levemente com 1 fio de azeite) leve o salmão a saltear por uns minutos agitando a frigideira ocasionalmente para cozinhar de forma uniforme, até obter um ligeiro tom dourado. Não deve deixar cozinhar em demasia, torna-se seco e perde a graça. Gosto do salmão a lascar.

Entretanto leve um tacho ao lume com água temperada de sal, um fio de azeite, a folha de louro e os grãos de pimenta, deixe ferver, junte a macedónia de vegetais, aproximadamente 8 minutos depois junte a massa, mexa e deixe cozinhar até esta se encontrar al dente e os legumes macios. Retire do lume e escorra.
Tempere com um fio de azeite e polvilhe com a raspa fina do limão, envolva e reserve.

Sirva o salmão acompanhado pela macedónia de vegetais, se gostar regue o prato com um fio de azeite e polvilhe com aromáticas a gosto.




Bons cozinhados! 😉



Bolinhos de Aveia e Amêndoa




Bolos, bolinhos, bolachas e biscoitos acompanham os chás de Novembro. O frio acaba de se instalar e procuramos refúgio em refeições que nos aqueçam e tragam algum conforto. Os lanches de copo de leite frio na mão ou aquele iogurte líquido bem gelado que nos alimentava e refrescava, já tiveram melhores dias. Trocam-se as voltas ao sabor das temperaturas da estação.
Gosto imenso de chá, de quase todos, contam-se pelos dedos os que ficam de fora.
Fui dar com esta e outras receitas de bolinhos, depois de uma breve procura num caderninho de receitas antigas.  Decidi-me por esta pela simplicidade na preparação e por ter todos os ingredientes em casa no momento. Garanto-vos que valem a pena, se os fizerem, vão encontrar uns bolinhos com uma massa areada, onde irá sobressair o gosto da amêndoa e o ligeiro travo do açúcar mascavado, aconselho mesmo a usarem este açúcar, porque fará com certeza toda a diferença no resultado final.
Depois é fazer um chá a gosto e desfrutar o momento. Se conseguirem a proeza, podem guardá-los num frasco ou numa latinha para futura companhia a um outro chá.



Bolinhos de Aveia e Amêndoa


Ingredientes:
(rende aproximadamente 26 unidades)

250 g de flocos de aveia
50 g de farinha de amêndoa
2 colheres de sopa (cheias) de farinha de trigo
1 colher de chá de fermento para bolos
120 g de açúcar mascavado
100 g de margarina amolecida
1 ovo L
papel vegetal para forrar o tabuleiro do forno (opcional)


Método:

Pré-aqueça o forno o forno nos 200ºC.
Coloque todos os ingredientes secos dentro de um recipiente , envolva com uma vara de arames.
Abra uma cavidade a meio e junte a margarina amolecida e por ultimo o ovo, mexa com uma colher de pau para juntar os ingredientes e de seguida amasse com as mãos.
Forme pequenas bolinhas do tamanho de uma noz e coloque-as num tabuleiro forrado com papel vegetal e afastadas dois dedos umas das outras.
Leve ao forno já bem quente, cerca de 15 minutos. Retire do forno, deixe arrefecer por completo caso pretenda guardar alguns em frasco ou lata.






Tortilha de Legumes com Presunto




As tortilhas são um óptimo petisco para reunir e aproveitar algumas sobras de outras refeições. De fácil e rápida preparação, basta termos alguns ovos em casa, combinar e temperar a gosto os ingredientes que decidimos utilizar, e em poucos minutos teremos pronta a nossa tortilha capaz de alimentar e confortar os estômagos mais impacientes.
Esta que vos trago hoje não foi pensada com o propósito de reutilizar sobras perdidas do frigorífico, mas sim de estrear e testar a minha nova aquisição que vos falarei um pouco mais abaixo.

Vão reparar que preparo a tortilha com um pouco de leite, gosto sempre de o fazer porque ganhamos um interior com uma textura mais húmida e cremosa. O mesmo quando preparo ovos mexidos, se ainda não experimentaram, façam-no e logo me dizem se não tenho razão.


Ter à mão uma boa frigideira antiaderente fará toda a diferença no resultado final, vos garanto. Esta que vêem nas fotos é da série  BRA Orange Efficiente e foi adquirida na loja online Lecuine. Tem-se revelado uma verdadeira ajuda quando estou a cozinhar. Com um fundo espesso e antiaderente em alumínio fundido, permite um maior aproveitamento e redistribuição do calor que se traduz numa poupança de energia e evitando também, que os alimentos se peguem ao fundo. É apta para todas as fontes de calor, incluindo indução.
Convido-vos a conhecerem um pouco melhor a loja online lecuine onde a eficiência e rapidez do serviço me surpreenderam de forma positiva, quanto aos portes de envio são grátis para valores de encomendas a partir de 40 €.




Tortilha de Legumes com Presunto


Ingredientes:

6 ovos L
150 ml de leite (usei magro)
1 colher de sopa de amido de milho (farinha Maizena)
1/2 pimento vermelho
1 cebola picada
6 fatias de presunto
2 alhos-franceses
100 g de batata palha
salsa fresca picada q.b.
sal , pimenta e noz moscada q.b.
1 fio de azeite


Método:

Lave e pique a cebola, o pimento e a salsa. Corte em rodelas finas os alhos-franceses.
Reserve a salsa.
Ponha ao lume uma frigideira antiaderente , junte um fio de azeite, o presunto cortado em tiras, a cebola, o pimento, os alhos-franceses e deixe que amoleçam.
Entretanto misture dentro de um recipiente o leite com a farinha Maizena até que dissolva e não apresente grumos. Adicione os ovos , tempere de sal, pimenta e noz moscada. Bata com uma vara de arames.
Adicione a batata palha aos legumes e cubra com o preparado dos ovos. Salpique com a salsa picada. Reduza o calor e aguarde até cozinharem na parte inferior. Coloque um prato por cima da frigideira para virar a tortilha, volte a colocar na frigideira para terminar de cozinhar o outro lado da tortilha. Retire do lume quando obter a textura pretendida. Pessoalmente não gosto dos ovos demasiado secos, mas é como preferirem.
Sirvam acompanhada por uma boa salada.





Boa semana e bons cozinhados!


Lasanha de Salmão e Beringelas





Agora com o Outono bem instalado, regressam em força os pratos de forno. E quando a reputada lasanha entra no cardápio da semana, é uma festa.
De lasanha em lasanha, surgem novas versões,  são imensas as possibilidades de combinarmos ingredientes entre estas deliciosas folhas de massa.
Gosto da versatilidade de pratos como este. E gostamos de lasanhas, vocês também?



Lasanha de Salmão e Beringelas



Ingredientes:



1 embalagem de medalhões de salmão Pescanova

1 embalagem de placas de lasanha fresca
2 beringelas médias cortadas em cubos
2 cenouras raladas
1 cebola média
dentes de alho q.b.
1 limão
pimenta q.b. (Margão)
sal q.b.
600 ml de bechamel (usei caseiro)
queijo emmental ralado (+/- 200g)
1 fio de azeite



 Método:

Deixe descongelar os medalhões de salmão. Tempere com sal, alho, pimenta e sumo de limão. Tape e reserve.
Lave as beringelas, corte-as em pequenos cubos. Regue com umas gotas de sumo de limão e salpique com umas pedras de sal.
Coloque uma frigideira ao lume com fio de azeite, a cebola e os alhos finamente picados, assim que ganhem cor junte as beringelas e as cenouras raladas , mexa e deixe saltear durante uns minutos. Retire para um prato reservando.
Na mesma frigideira das beringelas, cozinhe os medalhões de salmão. Se necessário, antes de colocar as postas, adicione mais azeite à frigideira e espera que aqueça antes de colocar o peixe. Deixe cozinhar de um lado e de outro. Retire do lume e lasque o salmão para a mistura das beringelas.

Ligue o forno por esta altura e pré-aqueça nos 200º C.

Prepare um tabuleiro para proceder à montagem da lasanha. Apesar de utilizar placas de lasanha frescas, gosto sempre de as mergulhar previamente num pouco de água quente, antes de proceder as camadas.
No tabuleiro, coloque as folhas de lasanha de forma a cobrir o fundo deste ( não costumo untar o tabuleiro, acho desnecessário), depois distribua parte do recheio e algum queijo ralado, sobre as placas, regue com parte do molho bechamel e repita estes passos até esgotar o recheio. Termine com uma camada generosa de molho, e finalize polvilhado com o restante queijo ralado.
Leve ao forno a gratinar cerca de 30 minutos .

Bom apetite!





Mousse de Abacate e Maçã




O abacate é muito versátil e traz imensos benefícios à saúde. Há estudos que revelam que este fruto consumido em simultâneo com certos grupos de nutrientes, tem a capacidade de melhorar a absorção destes, boas razões para o incluirmos na nossa alimentação, não concordam? Por si só não lhe acho muito graça, mas quando bem temperado e combinado com outros sabores consegue surpreender-me. E estou a lembrar-me da tão conhecida e deliciosa guacamole.
Na receita de hoje, o abacate serviu para preparar esta deliciosa mousse, que enriqueci com o sabor das maçãs. Adocei com geleia de agave, se não tiverem em casa, ou preferirem, podem adoçar com um pouco de mel, é uma questão de gosto. Espero que a façam e apreciem tanto como nós.
E como diz o ditado "não se fazem omeletes sem ovos", na cozinha é sempre de valor usarmos os utensílios adequados e se possível de boa qualidade.
Assim, quis dar uso a uma das minhas mais recentes aquisições da loja Lecuine, a faca de chef série Riviera Branca Arcos, encantada com o seu desempenho, só preciso ter cuidado (extra) com os dedos... acho que nos vamos dar muito bem!




Dica:
Para abrir os abacates, use uma faca e corte na longitudinal, rode e solte as duas partes, depois com a faca dê-lhe um golpe no caroço, a lâmina ficará presa e rode outra vez para soltar o caroço.



Mousse de Abacate e Maçã


Ingredientes :

4 abacates maduros
2 a 3 gostas de sumo de limão
raspa fina da casca de 1/2 limão
a polpa de 5 maçãs cozidas
4 colheres de sopa de geleia de agave
miolo de noz
canela em pó

Método:

Lave a maçãs, dê-lhes um corte em cruz nos topos, com a ponta da faca. Coloque-as dentro de um recipiente próprio e leve-as a cozer tapadas com película perfurada, cerca de 7 a 8 no micro-ondas.
Retire, deixe arrefecer um pouco antes de retirar a película aderente. Deixe arrefecer mais um pouco antes de as reduzir a puré com varinha mágica. Reserve.

Para abrir os abacates, use uma faca e corte na longitudinal, rode e solte as duas partes, depois com a faca dê-lhe um golpe no caroço, a lâmina ficará presa e rode outra vez para soltar o caroço.

Com a ajuda de uma colher de sopa retire-lhes a polpa para dentro de um copo misturador, bata até que fique cremoso. Junte o puré das maçãs, as gotas do limão, a geleia de agave. Adicione a raspa fina do limão e volte a bater cerca de 1 minuto.
Prove e ajuste os sabores. Pode juntar mais agave para adoçar.
Distribua por pequenas taças, polvilhe com canela a gosto e finalize a superfície com miolo de noz. Leve ao frio aproximadamente 1 hora antes de servir para que os sabores se intensifiquem.





Visitem o site lecuine  e descubram os produtos lindos que têm à disposição para equipar as nossas cozinhas. Com serviço muito rápido e cómodo, porque não precisamos de sair de casa para ir procurar este ou aquele utensílio que nos está a fazer falta. Outra vantagem e não menos simpática, é que numa compra a partir de 40 € , os portes são grátis. Vão até lá e vejam do que falo!